quinta-feira, 12 de maio de 2011

Rede de supermercados oferece 65 vagas para Menor Aprendiz

Até 31 de maio, a rede de Supermercados Arco-Íris está inscrevendo jovens entre 14 e 24 anos para 65 vagas nos cargos de aprendiz de auxiliar administrativo e aprendiz em operações em supermercados. Os candidatos devem estar cursando o Ensino Médio. Para participar, basta entregar o currículo em uma das 20 lojas da rede espalhadas pela Região Metropolitana do Recife, informando que é para vaga de Jovem Aprendiz. O processo seletivo contempla testes psicológicos e dinâmicas de gru­po e será finalizado em junho.

Segundo a gerente de Recursos Humanos do grupo, Re­natha Erlich, o Programa Me­nor Aprendiz Arco-Íris tem como objetivo contribuir para a iniciação do jovem no mercado de trabalho. “De preferência, ele ficará em uma unidade próxima de sua residência, para que não atrapalhe suas outras atividades curriculares”, explica. “O programa tem duração de um ano e, de acordo com a desenvoltura per­cebida, terá preferência nas contratações da empresa. O histórico mostra que vários funcionários do quadro efetivo atual vieram do programa”.

De acordo com dados do Ministério Público do Trabalho (MPT), Pernambuco é o estado que menos contrata jovens para aprendizagem. Para reverter esse quadro, é pensada a criação do Fórum de Aprendizagem, para incentivar a contratação, solucionar possíveis entraves no processo, além do cumprimento das leis 10.097/2000 e 11.180/2005, que preveem a contratação de aprendizes. Todas as empresas são obrigadas a contratar jovens aprendizes, com exceção apenas das micro e peque­nas empresas e daquelas que têm como objeto principal a pró­pria educação e capacitação.

Pernambuco tem potencial para contratar 34 mil aprendizes, mas apenas 2,8 mil vagas são de fato ocupadas. Para que o contrato de aprendiz se­ja devidamente efetivado, o jovem deve estar matriculado em algum dos cursos de aprendizagem das entidades do Sistema S ou das instituições formadoras. As empresas devem ter um quadro de aprendizes entre 5% e 15%.

Por Folha de PE

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postar um comentário